O Sertanista Antônio Dias de Oliveira, natural de Taubaté, São Paulo, seguindo orientações do bandeirante paulista, Manoel de Borba Gato, após descobrir a região de Ouro Preto em 1698, dirigiu-se do Rio Piracicaba, por volta de 1700/1701, onde fundou alguns arraias, sendo o segundo deles 

Leia mais...

Em Março de 2005 houve a primeira reunião da Comunidade do Pasto Grande (Antônio Dias), para tratar da colaboração dos moradores do bairro para a construção. Neste dia compareceu um pequeno número de pessoas, mas foi muito válido.

Leia mais...

De acordo com os dados históricos levantados aqui e ali, sabe-se que esta capela teve origem com a chegada dos bandeirantes, provavelmente no final do século XVII, para o século XVIII, quando segundo a história chegou nesta região o bandeirante paulista Antônio Dias de Oliveira, vindo de Taubaté, com sua bandeira à procura de ouro e pedras preciosas. 

Leia mais...