Comunidade

Nossa Senhora Aparecida

Comunidade de Lourenço

Até o início dos anos 90, os moradores da comunidade do Lourenço, participavam das Missas e Celebrações nas Comunidades vizinhas, pois não havia Capela no local.


Muitas vezes as pessoas se reuniam na própria localidade, em torno de uma cruz que marca a localização de um antigo Cemitério de Escravos, para rezar o Terço. Surgiu então o sonho de construir ali, perto da Cruz, um local próprio para os encontros (celebrações, missas, novenas…).


A princípio foi pensado em  Senhora Santana como Padroeira pois, era costume, durante muitos anos, na Fazenda do Lourenço, no dia 26 de Julho, os moradores se reunirem para festejar Santana com fogueiras, levantamento de Bandeira e Orações.


Porém, com o falecimento dos mais velhos, a tradição foi se perdendo até não mais se fazer os festejos de Santana.


Com a idéia de construir a Capela, a pedido de D. Tiná (Francisca Moreira de Morais), proprietária da Fazenda do Lourenço, decidiu-se que seria Nossa Senhora Santana, a padroeira da Comunidade de Lourenço.


No entanto, não encontrando na região a imagem de Santana, a mesma foi encomendada de Aparecida do Norte, ao genro de D. Tiná que ali ia em romaria. Também em Aparecida não foi encontrada a imagem. Então João Luiz Cardoso, o genro de D. Tiná trouxe uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, que doou à Comunidade juntamente com uma bela coroa banhada a ouro, sugerindo que Nossa Senhora Aparecida fosse a Padroeira da Comunidade do Lourenço. Ainda nos anos 90, iniciou-se a construção da Capela no lugar desejado, perto da cruz do cemitério dos escravos, em terreno doado pelo Sr. Juquita (José Nascimento Andrade).


Na construção todos os moradores do local ajudaram em doação e mão de obra.


Também houve ajuda de pessoas de Antônio Dias e Jaguaraçu.


Foram feitas festas juninas, bingos, rifas, tudo para angariar recursos para a construção da Capela


Em outubro é celebrada a Festa da Padroeira, nossa Senhora Aparecida, com grande animação (Missa, Coroação, Barraquinha, Leilões).


 


FacebookWhatsAppTwitter